Saiba Mais

Sou fotógrafo amador, posso participar?

Pode sim! Nossas viagens são formatadas para que cada participante aproveite ao máximo, sendo fotografo profissional ou não.

Não fotografo, posso acompanhar o grupo em alguma expedição?

Claro! Apesar de o foco ser bem definido, nossas expedições mesclam fotografia e turismo. Além do mais, andar no ritmo mais contemplativo dos fotógrafos faz de qualquer viagem uma experiência mais autêntica.

Não tenho equipamento profissional, posso participar mesmo assim?

Um equipamento com ajustes manuais vai permitir que você configure a câmera com mais precisão para determinados tipos de fotografia: como longa exposição, por exemplo. No entanto, acreditamos que o melhor equipamento é aquele que você possui no momento, seja ele uma DSRL, uma compacta ou um celular.

Nunca viajei sozinho e não conheço ninguém da turma, posso participar?

Novos integrantes são sempre bem vindos! Nossas turmas tem uma característica muito bacana, que ao longo da viagem as pessoas acabam se aproximando e se tornando amigos.

Qual o nível de exigência física das Expedições?

Nosso objetivo é sempre oferecer conforto para os participantes. Seja durante as caminhadas (que são curtas), durante os transfers ou nos hotéis que são escolhidos a dedo, pela nossa equipe.

O grupo é formado por quantas pessoas?

O número de participantes varia de acordo com a expedição. Em algumas são 12, em outras até 10. Nosso intuito principal é compartilhar nossa paixão pela fotografia, viagens e interesse em culturas mundiais com pessoas que pensam como nós. Para dar atenção personalizada a cada participante, é essencial que o grupo seja pequeno. 

Quais as diferenças entre uma viagem convencional e uma expedição fotográfica?

São várias! Nosso principal compromisso é com a luz. Isto influencia principalmente nos horários das saídas e retornos das locações durante nossa viagem. Deste modo, a logística de uma expedição fotográfica é totalmente diferente de um roteiro turístico normal. Além disso, a presença dos líderes fotográficos garante um acompanhamento de perto, com uma monitoria de fotografia ao ar livre. Em poucas palavras, nosso intuito maior é deixar vocês na cara do gol, com a câmera pronta, diante do momento exato!

Quanto tempo leva o planejamento de uma expedição fotográfica?

Pelo menos alguns meses. No mínimo uma viagem de vários dias ou semanas ao destino, para mapeamento tanto dos quesitos fotográficos (locações e seus horários para fotografar, tempos de deslocamento e de permanência em cada local, acessibilidade), até detalhes operacionais como hospedagem, refeições, empresas parceiras e fornecedores. Além disso, toda a parte de planejamento e negociação da viagem como um todo para se chegar a um roteiro final, com todas as variáveis contabilizadas.

 

 

 

Curta Nossa Página no FB!