Blog

3 Incríveis Desertos no Brasil

12 de março de 2020

Difícil imaginar, num país tão rico em biodiversidade e detentor da maior floresta do planeta e da maior planície alagada do mundo, que possam existir desertos no Brasil. Mas, em nossa enorme extensão territorial, algumas áreas de desertificação podem ser encontradas. Em alguns casos, isto se deve ao avanço de desmatamento ou desregulação do clima, o que gera escassez de chuvas e intensificação dos processos erosivos, culminando num empobrecimento dos solos e ausência de vegetação.

Paisagem desértica no sertão nordestino, no estado da Bahia

Segundo o site Pensamento Verdecerca de 1,3 milhão de quilômetros quadrados do território brasileiro está sob risco de se transformar em deserto. Essa área sujeita à desertificação corresponde a 15% do solo nacional, segundo dados do INSA (Instituto Nacional do Semiárido). Ainda de acordo com a publicação, estima-se que o Rio Grande do Norte tenha a área mais suscetível a enfrentar um processo de desertificação, já que cerca de 70% do território sofre com a diminuição da quantidade de chuvas e o solo descoberto, que proporcionam maior condição para que o processo ocorra. Outras áreas, como núcleo de desertificação de Gilbués, no Piauí, também estão sob sério risco.

Se a palavra “deserto” muitas vezes nos remete a uma sensação de desconforto, escassez e desesperança, há também uma outra significação para ela. Pois eles também possuem uma beleza singular, onde olhos atentos, como os dos fotógrafos de natureza, podem extrair impressionantes imagens.

Neste post, vamos enumerar os três desertos mais cênicos do Brasil, em nossa opinião:

 1 – Lençóis Maranhenses

Apesar da região possuir um clima sub-úmido seco, com duas estações bem características: uma chuvosa, de janeiro a junho, e outra seca, de julho a dezembro, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses possui uma superfície de 156 mil hectares, considerada área de desertificação, onde a paisagem quase infinita de dunas de areias muito brancas e finas, entrecortadas por lagoas azul turquesa ou verde esmeralda. É um cenário singular, definitivamente distinto de qualquer outra parte do planeta.  A região é internacionalmente reconhecida como polo turístico. Para a fotografia, os Lençóis Maranhenses são um deleite, pois as formas, volumes, cores e texturas das dunas e lagoas são elementos certeiros para belas imagens.

A Travessia Expedições Fotográficas realiza anualmente viagens para o destino, sempre no período de auge de volume nas lagoas, o que torna a experiência muito mais interessante. A próxima saída com vaga é esta AQUI, de 29 de agosto a 04 de setembro de 2020:

2 – Jalapão

Localizado no estado do Tocantins e ocupando uma enorme área de 34 mil km2, destacam-se dunas de areias douradas, com até 30 metros de altura, o que levou o lugar a ser chamado de deserto do Jalapão. Seria um deserto, se a região não fosse também um paraíso das águas e um lugar onde a presença de flores e animais exóticos salta aos olhos. Em plena transição entre os biomas de cerrado e caatinga, predomina uma vegetação rasteira similar às savanas. E como oásis, surgem cachoeiras, rios de águas cristalinas, fervedouros (olhos d’água que exsudam em solo de areia), grandes chapadas areníticas e formações rochosas de cores e formas variadas. Apesar do implacável calor, um deserto muito refrescante!

Acesse também o relato da viagem que a Travessia organizou para o destino, em 2018, clicando AQUI.

 

3 – Dunas do Rosado – RN

Um local ainda bem pouco conhecido pelos turistas, as Dunas do Rosado são uma unidade de conservação localizada no município Porto do Mangue, Rio Grande do Norte. O ambiente ermo e cenográfico já serviu de palco para produções de cinema e televisão e até mesmo netflix, como a série 3%. A paisagem lembra os clássicos desertos, com grandes dunas de areia. Grande parte do charme é pela tonalidade roseada ou avermelhada de suas areias.  

Créditos das fotos acima: @leilaflorencio e @evandrofaria.

Bem, agora que você já sabe um pouco sobre os mais belos desertos do Brasil, é hora de fazer as malas e sair à exploração! A propósito, confiram nossas dicas de arrumação de malas e check-list para fotógrafos viajantes!

Você também pode se interessar por:

Fotografia além da Golden Hour

Ensaio: Semana do Cerrado

Ensaio – Serra do Cipó Vista de Cima

Ensaio Sertão de Guimarães Rosa