.

Blog

Tutorial Completo de Composição Fotográfica – Parte 4

28 de julho de 2020

reserva da biosfera do Espinhaço

Como posso melhorar o impacto das minhas fotos? Essa é uma pergunta muito comum durante o processo fotográfico. Mesmo considerando técnicas como iluminação, foco e nitidez, bem como a perspectiva subjetiva, existe um fator que pode ser decisivo para criação da força imagética planejada para a fotografia: Os elementos de Composição

Nesta quarta etapa do Tutorial Completo de Composição Fotográfica, conheceremos os elementos que transformam a experiência visual da foto e permitem com que os olhos dos expectadores caminhem por toda a imagem. Confira! 

Elementos de composição: Formas Geométricas

Triângulos

Na composição fotográfica, os triângulos possuem amplo uso, pois podem direcionar o olhar para uma parte importante da imagem, apontando a direção através de uma linha abstrata. Eles também podem criar estabilidade e equilíbrio na fotografia.

Na natureza, muitas coisas se assemelham a formas de triângulos, como certas montanhas, folhas, pedras ou árvores, mesmo que não sejam triângulos perfeitos. Mas, para isto, um pouco de imaginação é sempre bem-vinda. Afinal, nós fotógrafos, pensamos de forma abstrata, certo? Desse modo, um triângulo pode ser formado, por exemplo, pela interação de três importantes elementos de uma fotografia. Este triângulo, funcionando como elo de ligação entre os pontos, pode dar muita força à imagem.

Ziguezagues

Estes também são elementos de composição muito poderosos e largamente utilizados.

A razão disto é que eles fazem os olhos do observador caminharem na imagem, numa varredura bem dinâmica, que cria uma grande energia visual. Assim como qualquer elemento visual que citamos, os ziguezagues podem ser bem literais ou abstratos, através de interações com outros elementos da fotografia.

Curvas

As curvas muitas vezes são semelhantes aos ziguezagues. Da mesma forma, elas encorajam os olhos a navegarem na imagem, avançando e retrocedendo. E com a vantagem de curvas serem mais        “elegantes”        que        linhas    retas . Na fotografia de paisagens, inúmeros são os temas que podemos tirar proveito destes elementos, como as curvas de um rio ou de uma estrada, galhos de árvores, formas de nuvens, desenhos formados pela areia, entre outras coisas.

Curvas tendem a funcionar melhor quando começam na base da imagem, num primeiro plano e seguem caminhando pelo plano intermediário e alcançando o plano de fundo da imagem, pois ajudam a reforçar a percepção de profundidade de campo, ou seja, a profundidade entre os planos da imagem. Mas isto não é regra, ok? Aliás, nada aqui é regra. =)

Círculos e Elipses

Estruturas circulares capturam o olhar, criam estabilidade e simetria. Chamam nossa atenção para seu interior antes de outros elementos na imagem.  Na natureza, podem ser encontrados com frequência, como por exemplo num arco-íris, no sol, na lua, em arcos formados por rochas, em flores, propagação de movimento na superfície da água etc.

Padrões 

Boas imagens podem ser obtidas através da repetição de formas. Quando esta repetição vira o foco dominante da fotografia, chamamos isso de padrão, ou texturas.

De acordo  com a teoria de Gestalt, o olho humano é naturalmente atraído por formas repetitivas e padrões, tornando estas imagens particularmente interessantes. Na natureza, são bastante comuns, podendo ser encontradas, por exemplo, nas cascas do tronco de uma árvore, em dunas de areia, camadas ou líquens em uma rocha, um campo de flores, folhas, espumas na flor d`água etc.

Texturas podem tomar muitas formas. Às vezes uniformes, com idênticas – ou quase- repetições, outras vezes completamente aleatórias.

Um outro tipo muito interessante de composição utilizando repetições de formas é quando se faz isso em camadas, onde empilhadas uma em cima da outra, completam o quadro da foto. Normalmente estas camadas são organizadas horizontalmente ou diagonalmente e criam múltiplas áreas de interesse. Elas são bastante efetivas quando a progressão das camadas guia o olhar desde o primeiro plano até o último plano da imagem.

Pois bem, estas são as principais formas geométricas utilizadas na fotografia. No próximo texto, falarei sobre como atuar na composição para criar profundidade de campo na sua fotografia. Até breve!

Você também pode se interessar por:

Tutorial Completo de Composição Fotográfica – Parte 3

Tutorial Completo de Composição Fotográfica – Parte 2

Os 7 Pecados Capitais na Fotografia de Paisagens

Dicas de Viagem – O que é essencial na mala do Fotógrafo Viajante?

Open chat
Fale conosco online!